sábado, 18 de fevereiro de 2017

Tenho medo de mim.
Dessa inconstância que ronda minha cabeça.

Me apego fácil as pessoas.
Me desapego mais fácil ainda.

Sempre fui fiel às amizades.
O dia que me viraram as costas, desmoronei.

Deixei de acreditar.

Passei a acreditar em mim mesma.
Passei a me bastar.
Sou eu e só.

E, por incrível que pareça
Me sinto bem
Assim
Sozinha.

Só.